MOVIMENTO VIDEOARTE COMUNIDADE ENCERRA SUAS ATIVIDADES COM MOSTRA DE CINEMA GRATUITA NO CEU DAS ÁGUAS, EM PETROLINA-PE

O Movimento Videoarte Comunidade, um projeto incentivado pelo Funcultura Audiovisual (política pública de incentivo e fomento ao audiovisual em Pernambuco), teve início em março desse ano de 2018 e recebeu 30 jovens, homens e mulheres, interessados em conhecer um pouco mais das várias possibilidades artísticas que envolve o audiovisual, sobretudo a videoarte.

O projeto conta com uma equipe de sete (07) pessoas, como Robério Brasileiro e Fernando Pereira como oficineiros das aulas voltadas para as técnicas audiovisuais; Cristiane Crispim e Antônio Veronaldo contribuindo com o repasse de técnicas de teatro; Camila Rodrigues como a Social Mídia do projeto; todo o design do curso é criação de Mima Lago e ainda Cleybson Lima responsável pela produção executiva do projeto.

Foram em torno de 16 aulas teóricas e práticas relacionadas ao mundo das produções cinematográficas, além de experiências teatrais que contribuíram para a preparação corporal dos(as) participantes para as gravações de videoclipe e curtas metragem. Os encontros aconteceram no cineteatro da Praça CEU das Águas, no bairro Rio Corrente (Petrolina-pe), o espaço foi escolhido por dialogar perfeitamente com a proposta do projeto de incentivar a produção audiovisual local, principalmente das comunidades circunvizinhas da praça.

“Realizar esse curso dentro dessa comunidade, agregando jovens que moram no entorno do CEU e até um pouco mais distantes, foi uma das possibilidades que vi de levar uma linguagem moderna e contemporânea do audiovisual para fora dos grandes centros. E mais que isso, mostrar caminhos para os meninos e meninas que fizeram parte do projeto e incentivá-los a criarem seus próprios trabalhos, seja com um equipamento sofisticado ou com a câmera do celular na mão. A ideia foi de descentralizar a linguagem do audiovisual e empoderar, de certa forma, esses jovens”, contou o idealizador do projeto, Robério Brasileiro.

Por: Camila Rodrigues