Frente Evangélica cria núcleos de formação sobre a Bíblia e o Estado de Direito

De acordo com Nilza Valéria coordenadora da Frente Evangélica, em entrevista ao ISER (Instituto de Estudos da Religião) “Os núcleos são encontros voluntários dos crentes que fizeram adesão à Frente, seja preenchendo um formulário virtual, seja por afinidade de ideias. Os núcleos desenvolvem atividades diversas, como analises de conjunturas, audiências publicas e populares, cultos. Tudo visando a formação do povo evangélico em temas de promoção de direitos e justiça. Outro ação ligada aos núcleos e a sensibilização de outros crentes para esses temas, através de uma abordagem bíblica. Os participantes tem perfil diversificado: são das mais diversas denominações e igrejas, e com idade entre 18 e 70 anos. Em comum, a vontade de fazer alguma coisa, tendo a fé como motivador”.

A frente também lançou a revista de estudos bíblicos, A Bíblia e o Direito, subsídio para facilitar as reflexões nos grupos estudos.

A revista foi lançada em janeiro de 2018, e aborda assuntos que mostram o quanto a fé em Cristo pode ser comprometida com uma sociedade mais justa e igualitária, tem com objetivo subsidiar os estudos, podendo ser utilizada em pequenos grupos, reuniões de mulheres, grupo de jovens, grupo de estudantes e ou em reuniões de líderes.

[…]“Através da leitura bíblica, o que podemos aprender sobre viver em um mundo diverso? O que a Bíblia ensina sobre respeitar outras religiões? O que fazer diante da violência que afeta os jovens do país? Como proteger as crianças? Como as igrejas podem ajudar na preservação ambiental? Quando um posto de saúde não funciona o que pode ser feito? É direito lutar para ter moradia e para o uso da terra? O que é violência contra a mulher?”.

[…] “Essa revista é uma ferramenta para que possamos olhar para a Bíblia e para a realidade que fazemos parte, para que possamos refletir e agir como povo de Deus no Brasil.” (int. á revista).

A revista  aborda os seguintes temas:

1- O que a Bíblia Fala Sobre Direitos
2- O que a Bíblia Fala Sobre Democracia
3- O que a Bíblia Fala Sobre a Violência
4- O que a Bíblia Fala Sobre o Direito a Saúde
5- O que a Bíblia Fala Sobre o Direito a Terra e Moradia
6- O que a Bíblia Fala Sobre a Dignidade da Mulher
7- O que a Bíblia Fala Sobre a Criação
8- O que a Bíblia Fala Sobre Imigrantes e Refugiados
10- O que a Bíblia Fala Sobre as Crianças
11- O que a Bíblia Fala Sobre Trabalho Digno
12- O que a Bíblia Fala Sobre o Diálogo com Outras Religiões
13- A Bíblia e a Liberdade de Expressão

Ainda segundo Nilza, “A Frente surgiu no processo de impedimento da presidente Dilma. Uma tentativa de dizer que os evangélicos brasileiros não são representados por um único segmento, que nem todo crente é de direita, ou cooptado pelas estruturas de poder. Junto com isso, mostrar que a Bancada Evangélica não representa os evangélicos, além daqueles que votaram em tais candidatos. A Frente surge dessa inquietação, naquele que foi um momento de angústia, em que se consolidou o golpe contra a democracia brasileira. A Frente surge denunciando esse golpe, em defesa da democracia e do estado de direito – condições necessárias para que se promova justiça e equidade”Confira entrevista aqui.

Nilza Valéria é jornalista, evangélica, feminista e coordena a Frente de Evangélicos pelo Estado de Direito.

Com informações da revista Frente Evangélica pelo Estado de Direito  http://www.frenteevangelicos.org

e ISER – Instituto de Estudos da Religião – http://www.iser.org.br