Evangélicos escrevem Carta Aberta de apoio ao padre Julio Lancellotti

Até o momento desta publicação 25 entidades assinavam o documento

Evangélicas e evangélicos divulgaram hoje (23) uma Carta Aberta em apoio ao padre Julio Lancellotti. Até o momento desta publicação 25 entidades assinavam o documento.–

Carta Aberta ao querido Irmão Julio Lancellotti

Caro Irmão Julio Lancellotti,

“Contudo, alegrai-vos por serdes participantes dos sofrimentos de Cristo, para que também vos alegreis e exulteis na revelação da sua glória.” (I Pedro 4.13)

Nós, evangélicas e evangélicos abaixo assinadas/os, representadas/os pelas organizações em que militamos pelo Evangelho de Cristo, nos solidarizamos com você, caro Irmão, por conta das constantes ameaças que tem sofrido por sua atuação, principalmente em função da Pastoral de Rua e na defesa dos Direitos Humanos daqueles que são constantemente oprimidos nas ruas da maior capital do nosso País: São Paulo.

Reconhecemos nas suas ações a ação do Cristo, o pobre de Nazaré, marginalizado e amigo de marginais, o periférico que andou e amou os excluídos da sociedade.

Nos juntamos em oração e apoio, em força e graça nesse momento de perseguição, na certeza de que sobre você, amado irmão, está a bem-aventurança declarada por nosso mestre:
“Abençoados são vocês, cujo compromisso com Deus atrai perseguição. A perseguição os fará avançar cada vez mais no Reino de Deus.
E isso não é tudo. Considerem-se abençoados sempre que forem agredidos, expulsos ou caluniados para me desacreditar. Isso significa que a verdade está perto de vocês o suficiente para os consolar – consolo que os outros não têm.” (Mateus 5.10-11 – A Mensagem)

(Coordenador da Pastoral do Povo de Rua da Arquidiocese de São Paulo e defensor de direitos humanos, o padre reclama que tem sido vítima de ameaças de morte postadas em redes sociais, principalmente de moradores e comerciantes da região da Mooca, na Zona Leste da capital, onde tem uma forte atuação.

Em posts publicados no Facebook, os agressores demonstram intolerância às ações de Lancelotti, que é defensor dos moradores de rua.

“Devido a situação da população de rua na cidade que cresce muito e está muito exposta, em vários bairros há um mal estar, uma hostilidade muito grande contra a população de rua”, afirmou o padre de 69 anos e que é pároco há quase 34 da Matriz Paroquial São Miguel Arcanjo.

Advogados e entidades de direitos humanos entraram com representação no Ministério Público (MP) de São Paulo nesta terça-feira (20) pedindo abertura de investigação sobre ameaças de morte contra o padre Júlio Lancelloti). Leia materia completa aqui G1

Juntas e juntos, na fé que nos move em direção ao outro,

Brasil, 23 de Abril de 2019

1 – Movimento Negro Evangélico
2 – Coletivo Vozes Marias
3 – Evangélicas pela Igualdade de Gênero
4 – Evangélicos Pela Justiça
5 – Banho Solidário – Maceió
6 – Pastoral da Negritude da Igreja Batista do Pinheiro
7 – Jesus Cura a Homofobia
8 – Comunidade Anglicana Redenção – Vitória/ES.
9 – Frente de Evangélicos pelo Estado de Direito
10 – Igreja Batista Nazareth – Salvador – BA
11 – Rede Curviana
12 – Igreja Batista do Pinheiro – Maceió/AL.
13 – Comunidade Batista do Caminho – Belo Horizonte/MG
14 – Aliança de Batistas do Brasil
15 – Movimento de Ação e Reflexão Martin Luther King Jr
16 – Evangélicxs Pela Diversidade
17 – Igreja da Comunidade Metropolitana – São Paulo/SP
18 – Associação das Igrejas das Comunidades Metropolitanas do Brasil
19 – Comunidade Cristã Abraça-me – Belém/PA
20 – Communa Refúgio de Amor – São Paulo/SP
21 – Escola Ecumênica de Fé e Política de Maceió Rosa Parks.
22 – Rede Fale
23 – Esperançar
24 – Coluna Féministas do Justificando
25 – Ativismo Protestante

Por Jornalistas Livres

Adaptação de textos redação CPC com informações do G1