Fenômeno da internet, Bunitinho morre em ação policial no Rio

Diego Buiu, o Bunitinho, morto na madrugada desta quinta (5), no Rio de Janeiro. Imagem: Reprodução/Instagram

Diego Buiu, que criou o personagem Bunitinho, era sucesso nas redes sociais com seus vídeos de humor. A trajetória de sucesso foi interrompida nessa madrugada de quinta-feira, dia 5. Ele foi baleado e morto durante incursão realizada pelo Batalhão de Operações Especiais (Bope) da Polícia Militar do Rio de Janeiro, no morro do Dendê, ilha do Governador, Zona Norte da capital carioca.

Segundo testemunhas, Bunitinho estava em um baile funk em comemoração ao aniversário de um morador da comunidade. Além da webcelebridade, outros três homens também morreram na ação, um deles era o empresário do humorista.

Diego Buiu estaria fazendo uma participação especial na festa quando houve a incursão. Ele chegou a ser socorrido e levado ao Hospital municipal Evandro Freire, também na Ilha do Governador, mas não resistiu. Em nota na manhã desta quinta, a Polícia Civil do Rio de Janeiro informou que a Delegacia de Homicídios investiga o caso e, por isso, não pode dar mais informações.

Nas redes sociais pessoas protestaram conta a morte do humorista.

Cecília Olliveira @Cecillia
“Bunitinho, que tinha um probleminha mental, trabalhava com os motoristas de vans e gravava vídeos. As postagens estouraram e os convites começaram a surgir. Há 2 anos o Tadeu começou a trabalhar com ele” – os 2 foram mortos esta madrugada, em ação do BOPE após Baile Funk na Ilha.
Pessoa com deficiência mental, Bunitinho era fênomeno na internet, com 400 mil seguidores no Instagram. Ele foi morto a tiros na madrugada de hoje (5), durante operação do Bope no Morro do Dendê. O empresário Tadeu e outras 2 pessoas também morreram.