Esquerda Online oferece através do EAD mini-curso sobre fascismo – teoria, história e atualidade

Começa hoje o mini-curso EAD sobre fascismo no Esquerda Online.

Imagem da web

Confira programação:

Segunda-feira, 05/11
Vídeo-Aula 1 – Fascismo e conservadorismo no mundo contemporâneo
Com Tatiana Poggi, Professora do Instituto de História da UFF.

Terça-feira, 06/11
Vídeo-Aula 2 – Regimes políticos: bonapartismo e fascismo
Com Felipe Demier, Professor da Escola de Serviço Social da UERJ

Quarta-feira, 07/11
Vídeo-Aula 3 – Gramsci e a ascensão do fascismo
Com Gilberto Calil, Professor do Departamento de História da Unioeste

Quinta-feira, 08/11
Vídeo-Aula 4 – Fascismo e antifascismo no Brasil
Com Carlos Zacarias de Sena Jr., Professor do Departamento de História da UFBA

Sexta-feira, 09/11
Vídeo-Aula 5 – 7 livros fundamentais para entender o fascismo
Com Demian Melo, Professor do Curso de Políticas Públicas da UFF

Disponível you tube, clicar aqui.

Disponível facebook clique aqui.

 

Perdoo os ignorantes, mas não os instruídos que apoiam o Bolso!

PERDÔO OS IGNORANTES, MAS NÃO OS INSTRUÍDOS QUE APOIAM O BOLSO!

Créditos da imagem Criador: Mondadori Informações extraídas do IPTC Photo Metadata

O contexto que vivemos é assustador! Às vezes dá desânimo na humanidade! Ver o que as elites donas dos meios de comunicação fazem com a cabeça do povo, geralmente sem estudo, é devastador.
As elites produziram um massacre midiático à esquerda tamanho nas eras Lula e Dilma, que criou-se o combate ao comunismo num país que não tem um deputado comunista sequer… Estamos vivendo uma loucura onde a tudo que não é ultra-liberal é comunista.

Como professor de Sociologia me sinto profundamente decepcionado, fracassado! Tenho orgulho de mim, mas me sinto impotente. Chegamos ao século XXI para ver os jovens dizerem que a Terra é plana, que vacinas causam doenças, que nazismo é de esquerda, que a ditadura nunca existiu.
Esse ano tive que explicar várias vezes que o nazismo não era de esquerda.
Tive que explicar várias vezes que o kit gay não existe!
Tive que explicar que intervenção do Estado não é comunismo!
Vi aluno negro, numa comunidade, dizendo que não existe racismo.

Vi alunos pobres, dentro de uma escola pública dizendo que tem que privatizar tudo. E sei que a maioria deles não teria dinheiro para pagar a escola ou saúde privadas, mas eles acham que serão a elite de amanhã…
Vi familiares, amigos dizendo que votam no Bolsonaro para acabar com os bandidos e acabar com a corrupção! Como uma mágica! Como quem tem fé em algo completamente irracional.

Estamos vivendo a loucura! A era do irracionalismo! Mas sei que não é aleatório.
O bilionários estadunidenses e setores da nossa elite subalterna que bancam o MBL, Instituto Misses, etc, que difundem essas ideias loucas é que produziram isso, esse contexto de loucura.
O antipetismo, produzido pela grande mídia gerou Bolsonaro e pode nos levar ao fascismo. E não é exagero, é FASCISMO! É FASCISMO!

O mais triste de tudo, o mais solitário e frustrante é que não posso contar isso para eles, pois a maioria deles não tem condições de entender o que é fascismo. Foram formados pelos youtubers, pelas páginas do facebook que bombaram no contexto de combate ao “petismo/comunismo”, na visão deles.

Vejo negros, pobres, desempregados, até gays, defendendo o fascismo… e não sei como alertar. Às vezes não sei como dizer: “o alvo é você, seu idiota”!

Já percebi que o debate não é racional. Não adianta apresentar argumentos racionais, pois é religioso, é fascista!
Eu perdoo os ignorantes que apoiam o fascismo, pois esses são teleguiados pelas mídias controladas pelas elites. Como posso ter raiva de alguém que apoia o fascismo se ele não tem a menor ideia do que isso seja? Se esses foram educados a odiar a política desde sempre e agora aparece um salvador da pátria que se apresenta como “não-político” que resolverá tudo.
Perdoo esses, mas não perdoo os instruídos. Os instruídos, os que tem noção de política, que apoiam o fascismo (Bolso) não terão o meu perdão!

A minha vida está em risco! É meu emprego! Minha profissão, que perderei… minha militância, minha liberdade, minha vida! Os ignorantes não sabem o mal que estão fazendo, mas os instruídos tem sim! E não podem alegar ignorância depois da tragédia que virá…!

Se você tem instrução e apoia o fascismo eu não quero estar perto de você e não quero que você faça parte da minha vida.
E não estou falando de divergência política, estou falando de caráter, da moral mais básica!
Com o fascismo não se dialoga! Se combate!

PROFESSOR e sociólogo Vitor Fernandes

Fonte: WATSAPP

Significado de Fascismo – Movimento ou regime político e filosófico que, semelhante ao imposto por Benito Mussolini, na Itália em 1922, baseia-se no despotismo, na violência, na censura para suprimir a oposição, caracterizado por um governo antidemocrático ou ditatorial.

Principais características e ideias do fascismo: – Totalitarismo: o sistema fascistaera antidemocrático e concentrava poderes totais nas mãos do líder de governo. … – Nacionalismo: entre os fascistas era a ideologia baseada na ideia de que só o que é do país tem valor.
Fonte: Google pesquisa

Veja protesta contra censura do fascista que ela própria ajudou a criar

O PSL, partido do presidenciável Jair Bolsonaro, apresentou uma notícia-crime ao MP-RJ pedindo a retirada das bancas da última edição da Revista Veja, que trouxe informações do processo envolvendo a separação dele e de sua segunda esposa, Ana Cristina Siqueira Valle, em 2008; ao protestar contra a iniciativa do PSL, a revista afirma que a última vez que teve sua circulação proibida foi em dezembro de 1968

Imagem da web

O PSL, partido do presidenciável Jair Bolsonaro, apresentou na noite de sexta-feira (28), uma notícia-crime ao Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) pedindo a retirada das bancas da última edição da Revista Veja, que trouxe informações do processo envolvendo a separação dele e de sua segunda esposa, Ana Cristina Siqueira Valle, em 2008. A legenda também pediu a apuração de como a reportagem teve acesso a um processo que estava arquivado e tramitou em segredo de Justiça. Em nota, o Ministério Público do Rio não afirma qual será o encaminhamento do pedido do PSL para recolher os exemplares do veículo e também não esclarece qual providência será tomada, de acordo com o site de Veja.

Ao protestar contra a iniciativa do PSL, a revista afirma que a última vez que teve sua circulação proibida foi em dezembro de 1968, “quando os militares mandaram apreender todos os exemplares da revista cuja capa trazia, poucos dias depois da decretação do Ato Institucional número 5 (AI-5), uma foto do então presidente Arthur da Costa e Silva sentado sozinho no Congresso”, conforme diz a revista.

Segundo a reportagem de Veja, Ana Cristina Siqueira Valle, ex-mulher do candidato, disputava com ele a guarda de um filho dos dois, atualmente com 20 anos, e pedia pensão alimentícia. Segundo a revista, Ana alegava que Bolsonaro se recusava a fazer a partilha justa dos bens. O processo é de abril de 2008, da 1ª Vara de Família do Tribunal de Justiça do Rio.

Ana Cristina anexou uma lista de bens e a declaração do Imposto de Renda de Bolsonaro relativa àquele período. De acordo com a matéria, foram discriminados 17 bens arrolados – incluindo três casas, três salas, cinco veículos, um apartamento, três lotes, e uma moto-aquática. Os bens somavam R$ 4 milhões que equivalem em valores atualizados a R$ 7,8 milhões, diz a publicação.

A revista compara a declaração de IR que consta do processo com a relação de bens apresentada, em 2006, por Bolsonaro à Justiça Eleitoral por Bolsonaro. Na ocasião, o deputado declarou R$ 433.934, valor inferior ao que consta no Imposto de Renda dele.

Segundo a reportagem, Ana Cristina também disse que Bolsonaro era um marido de “comportamento explosivo” e de “desmedida agressividade”.

O MP-RJ afirma que a representação foi recebida pela 7ª Promotoria de Investigação Penal da 1ª Central de Inquéritos do MPRJ, onde “serão analisados os fundamentos para requisição de instauração de inquérito policial”.

Da página do 247

Imagem  da web postada por Cicero do Carmo